Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
 
 
O ACERVO INEP NA UFRJ:30 ANOS... E MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR
Texto de Maria Cristina Rangel Jardim*
 
O Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos – INEP, ao ser criado em 30 de Julho de 1938 pelo Decreto-Lei nº 580 tinha, dentre os seus principais objetivos, o de caracterizar-se como um centro deexcelência, dedicado ao estímulo à pesquisa, à formulação de propostas educacionais e ao treinamento e aperfeiçoamento de pessoal, destacando-se como dinâmico fórum de debates e também como centro irradiador de idéias nas questões relativas ao ensino democrático no Brasil.
 
Ao assumir a direção do Instituto, em 1952, Anísio Teixeira passou a dar maior ênfase ao trabalho de pesquisa. Seu objetivo era estabelecer centros de pesquisa como um meio de “fundar em bases científicas a reconstrução educacional do Brasil”. A idéia concretizou-se com a criação do Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE), com sede no Rio de Janeiro, e dos Centros Regionais,
nas cidades de Recife, Salvador, Belo Horizonte, São Paulo e PortoAlegre. Tanto o CBPE como os Centros Regionais foram instituídospelo Decreto 38.460 de 26/12/1955 e estavam vinculados à nova estrutura do INEP.
 
A gestão de Anísio Teixeira - 1952 a 1964 - caracterizou-se porpromover a adoção de estudos sociológicos como instrumento complementar da Educação, com a finalidade de diagnosticar os
principais problemas educacionais brasileiros. No final do ano de1953, Anísio Teixeira percebe a necessidade de sistematizar a produção desenvolvida pelas campanhas1 e setores do INEP.
 
A Biblioteca, presente desde o início da fundação do INEP, teve,sob a administração de Anísio Teixeira (1952-1964), seu momento mais expressivo do ponto de vista qualitativo e quantitativo, no quese refere aos aspectos de modernização das atividades documentárias e de ampliação da abrangência de seu acervo, dotando-o deobras básicas, não só de educação, mas também, de ciências sociais, cultura brasileira, psicologia, antropologia e sociologia educacional.
 
Com o golpe militar de 1964, a “estrutura INEP” (CBPE e CentrosRegionais), atravessa diversas dificuldades. Houve uma expressivaevasão de técnicos e de pesquisadores até que, em 1977, o CBPE foi extinto e o INEP definitivamente transferido para Brasília.
 
A Biblioteca, a esta época com um acervo estimado em cerca de 70 mil volumes, foi desativada e, por decisões políticas, uma parte significativa de seu acervo é deixada no Rio de Janeiro, doado, em caráter definitivo, ao Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFRJ em setembro de 1977, sendo organizado e aberto ao público em 1979, com o apoio financeiro da Fundação Universitária JoséBonifácio – FUJB. Este acervo encontra-se localizado na Biblioteca do CFCH – Espaço Anísio Teixeira, no Campus da Praia Vermelha.
 
 
O Acervo INEP na UFRJ - Cronologia
 
1977 - Doação do acervo ao CFCH/UFRJ;
 
1979 - Organização e acesso ao público, liberado com o apoio financeiro da Fundação Universitária José Bonifácio – FUJB;
 
1987 - Proposta de mudança da antiga Biblioteca Central doCFCH para um novo espaço físico, no mesmo Campus da Praia Vermelha. Todo o acervo foi encaixotado e transferido para um espaço na Faculdade de Letras, no Campus da Ilha do Fundão, lá permanecendo até 1990, quando a construção do novo prédio foi concluída;
 
1990 - Retorno ao Campus da Praia Vermelha, sem que o espaço físico destinado à Biblioteca estivesse definido e concluído, tampouco as etapas do processo de reorganização estivessem estabelecidas e consolidadas. Parte do acervo encaixotado ficou no novo prédio e parte no restaurante “bandejão” da Praia Vermelha, já desativado;
 
1990/1991 - Início do processo de abertura das caixas, armazenadas nas instalações do Espaço Anísio Teixeira (Livros), com vistas à organização progressiva dos volumes da coleção INEP neste espaço;
 
1996 - Os procedimentos de organização foram interrompidos e as caixas restantes (em sua maioria, Periódicos) foram transporta das para o andar térreo e 2º andar do Prédio Anexo do CFCH;
 
1998 - Nova iniciativa de organização, desta vez focalizando os periódicos que se mantinham, ainda, encaixotados, no Prédio Anexo do CFCH (Térreo e 2º andar);
De acordo com o relatório do trabalho executado em 1998 poruma empresa de consultoria especialmente contratada para esteserviço, grande parte dos periódicos foi identificada e organizada
nas estantes, em ordem alfabética, para serem, posteriormente,integrados ao acervo geral de periódicos, conforme a classificação adotada pela Biblioteca. No decorrer deste trabalho, foram encontrados 3.810 Livros da Coleção INEP que foram transferidos para o Espaço Anísio Teixeira,armazenados em caixas;
 
2000 - Medidas adotadas para a unificação de todo o acervo de periódicos em um único ambiente. Realização dos serviços de análise e avaliação da coleção localizada no Prédio Anexo do CFCH, verificando inconsistências, danos às publicações, duplicidade de títulos e completeza das coleções. Este trabalho foi realizado pela equipe da Biblioteca. Houve, também, mudanças no lay-out, com corte e nova disposição das estantes e adequação do sistema de iluminação;
 
Jul./2002 - Coleção geral de periódicos transferida do Prédio da Decania do CFCH para o Prédio Anexo do CFCH pela equipe da Biblioteca. Essa transferência movimentou cerca de 42.900 documentos e teve como principal objetivo integrar os acervos de Periódicos da Coleção INEP com o da Coleção Geral Biblioteca do CFCH;
 
2004 - Continuidade do processo de organização do Acervo INEP/CBPE na UFRJ (Livros) no Espaço Anísio Teixeira.
 [...]
 
Principais “recortes” de pesquisa
 
Observamos que os estudos sobre o acervo, na UFRJ, têm início no ano de 1993, dando conta à comunidade pesquisadora do seu uso e mantendo sua identidade como o Acervo INEP na UFRJ.
 
Pretendemos registrar os trabalhos e as pesquisas que apresentaram resultados conclusivos e que foram conduzidos de maneira a tratar dos assuntos definidos pelos objetivos delineados e inicialmente propostos.
 
a) No ano de 1993, em Monografia apresentada à Escola de Biblioteconomia da UNI-RIO, registramos o primeiro trabalho de pesquisa, na UFRJ, sobre o acervo INEP: Catálogo preliminar de obras raras e/ou especiais da Biblioteca do INEP, elaborado pela servidora Sueli Palma Borges Paranhos, que identificou 92 títulos. Este trabalho foi apresentado no III Encontro Nacional de Acervo Raro, eventoparalelo ao BIBLOS 2000 - 17º Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação, 10 a 15 de Abril de 1994, Belo Horizonte.
 
b) No ano de 1999, o projeto Um olhar para o mundo - contemporaneidade de Anísio Teixeira apresenta, na Biblioteca do CFCH, a Exposição Contemporaneidade de Anísio Teixeira, de 2 de Setembro a 8 de Outubro de 1999, iniciando a série de eventos comemorativos do centenário de Anísio Teixeira. Com este projeto, foram identificados os títulos da obra escrita do educador e também as fontes consideradas matrizes de pensamento que alimentaram suas idéias.
 
c) No ano de 2004, foi objeto de estudo com o Projeto “Espaço Anísio Teixeira: referência para pesquisa educacional no Brasil”, coordenado pela Profª Libânia Nacif Xavier, da Faculdade de Educação da UFRJ e realizado com o apoio da Fundação Universitária José Bonifácio - FUJB, com vistas a divulgar o conjunto de livros editados pela CBPE / INEP/ MEC, no período 1955-1965. O resultado deste Projeto foi apresentado no III Congresso Brasileiro de História de Educação/2004 e o resultado do material identificado pode ser consultado nos formatos: papel e eletrônico - CD-ROM.
 
d) “Reestruturação de documentos do acervo da Biblioteca do CFCH – Espaço Anísio Teixeira” que, com recursos da FUJB, recuperou 100 volumes identificados pelo “Projeto Espaço Anísio Teixeira: referência para a pesquisa educacional no Brasil” (mencionado no item c).
 
e) Em 2007, o Projeto: O Acervo do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (INEP) no Espaço Anísio Teixeira da Biblioteca do CFCH (UFRJ): Proposta de Organização, que se caracteriza como projeto interinstitucional, uma vez que congrega pesquisadores de três instituições, a saber, PUC/RJ, UFRJ e UFF, no ano de 2006. O resultado deste Projeto foi apresentado no I Encontro de História da Educaçãodo Estado do Rio de Janeiro, 4 a 6/06/2007.
[...]
 
 
 
 
 
1Campanha de Inquéritos e Levantamentos do Ensino Médio e Elementar – CILEME, criada em 01/04/1953, pela Portaria nº. 3 do INEP e Campanha do Livro Didático e dos Manuais de Ensino – CALDEME, criada em 14/07/1952, destinada a objetivar a assistência técnica ao professorado

* JARDIM, Maria Cristina Rangel. O Acervo INEP na UFRJ:30 anos... e muita história pra contar. In: OLIVEIRA, Antonio José Barbosa de (Org.). Universidade e lugares de memória. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fórum de Ciência e Cultura, Sistema de Bibliotecas e Informação, 2008. p. 279-289. (Série Memória, documentação e pesquisa, 2). Disponível em: <http://hdl.handle.net/11422/140). Acesso em: 30 jul. 2018.

 

Endereço: Campus da Praia Vermelha. Prédio da Decania do CFCH. Av. Pasteur, 250 - Fundos. 22295-900 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil.

Funcionamento: De segunda-feira a sexta-feira, de 9h às 21h. Tel.:(21) 3938-5139

UFRJ Biblioteca do CFCH
Desenvolvido por: TIC/UFRJ